Aos 208 anos, associação comercial tenta resistir à ‘falência’ do Rio

477

Às voltas com a debandada de sócios e com uma forte queda nas suas receitas, a Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) passa por uma reestruturação que inclui cortes de pessoal e renegociação de contratos, além da redução de seus conselhos empresariais de 19 para 15, com renovação quase total de seus membros. Por trás dessas mudanças está a primeira mulher a presidir a ACRJ em 208 anos de existência da entidade: Angela Costa.

Clique aqui para ler a matéria na íntegra.

valor angela costa 208 anos

COMPARTILHE