Bernardinho: dedicação e disciplina ajudam a alcançar o topo do pódio

195

Com humor e carisma, Bernardinho, ex-técnico da seleção brasileira de vôlei, esteve nesta segunda-feira, dia 28, na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ). O convite foi feito por Angela Costa, presidente da Entidade e contou com a presença de Lars Grael, presidente do Conselho Empresarial de Esportes, reunindo público de 400 pessoas no local. “O Bernardo é um campeão da vida, um brasileiro bem sucedido. E mostrou como foi capaz de motivar equipes e sair de situações, muitas vezes, complicadas, conseguindo levar seu time ao topo do pódio. Uma mensagem, no entanto, ele reforçou bastante: treinamento e persistência são fundamentais. Não basta nascer com talento ou aptidão para desenvolver uma atividade” resumiu Lars, também um esportista de sucesso, mas na Vela.

A presidente da ACRJ, Angela Costa; o ex-técnico da seleção brasileira de vôlei, Bernardinho; e o presidente do CE de Esportes da ACRJ, Lars Grael

Durante mais de uma hora, Bernardinho falou sobre alguns dos desafios já vividos durante a sua trajetória como treinador de vôlei, propósito, metas, perseverança, estratégia, liderança e engajamento das equipes, aí fazendo uma analogia à vida empresarial, lembrando a importância de cada um no “time” e reforçando que na equipe dele não tem espaço para egos inflados. “Uma equipe/empresa só é forte quando comungam do mesmo propósito”, reiterou Bernardinho. Ao final, respondeu a perguntas e, ao ser questionado sobre a possibilidade de início na vida pública, disse que nunca havia sido perguntado diretamente sobre o tema. “Ainda não há nada definido. Mas, com certeza, a opinião da minha família será considerada. Tenho conversado com as pessoas. É preciso o envolvimento de todos para rompermos isso, não há mágica, um herói da pátria”, disse.

A iniciativa da ACRJ, ao convidar profissionais gabaritados para falar ao público e fomentar debates de diversos temas, é uma maneira de se aproximar dos empresários e líderes, fortalecendo a representação empresarial no Estado e aumentando o networking entre as companhias. Já passaram por lá nomes como: o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; o senador responsável pela relatoria da Reforma Trabalhista, Ricardo Ferraço e o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento e Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro. Até o final do ano, estão previstas outras palestras. Com 208 anos, a Casa do Barão de Mauá, como também é chamada a ACRJ, além de ser a mais antiga instituição do gênero, é a única a acolher todos os setores da economia e da sociedade civil, que juntos poderão superar o desafio imposto pela crise atual.

Cerca de 400 pessoas estiveram presentes na reunião do Conselho Diretor da ACRJ, que contou com a presença do ex-técnico da seleção brasileira de vôlei, Bernardo Rezende